Corrida: Aprenda dicas de respiração

respiracao-corrida

Você decidiu colocar treinos de corrida na sua rotina? Muito bom! Aí começam os preparativos: roupas adequadas, tênis novos, pernas aquecidas e alongadas, garrafinha de água, MP3 carregado com músicas inspiradoras e aquele check-up no coração para saber se está tudo bem, confere? Não acha que faltou algo nessa lista?

Muita gente se esquece de algo fundamental para a performance na hora da corrida: saber se está respirando corretamente durante o exercício. Se você estiver fazendo algo errado, o cansaço vai bater bem mais cedo do que deveria e é pouco provável que você consiga bater a sua meta no tempo que estipulou.

Aí você pode perguntar: “Mas como posso estar respirando errado se faço isso todo o tempo e não me sinto cansado?”. A questão é que para exercícios de alta performance, como a corrida, é preciso fazer certas adequações. E, além disso, muitas pessoas respiram errado no dia-a-dia, mas não percebem porque como estão com o corpo em repouso ou em atividades de baixa intensidade e não precisam de grandes quantidades de ar.

Quer ver um dos resultados de uma respiração errada? Sabe a famosa “dor de lado” que sentimos e que quase nos impede de continuar qualquer exercício quando aparece? Então, ela aparece quando não respiramos direito e o diafragma fica sobrecarregado. A solução nessa hora é diminuir o ritmo e esperar ela ir embora, mas isso pode ser evitado se você souber respirar certo.

A primeira dica é: use os músculos do abdômen para respirar. Treine em casa antes de começar, observando se o que está subindo e descendo com o processo de inspirar/expirar é o peito ou o abdômen. Usando os músculos da região abdominal você protege a sua coluna, evitando lesões e respirando mais facilmente também.

Outra dica importante é: esqueça o que você aprendeu a vida inteira. Como na corrida é necessário muito mais oxigênio do que o normal, inspirar pelo nariz pode te deixar fatigado mais cedo, principalmente se você não está habituado a correr. Ou seja, inspire pela boca e solte o ar pelo nariz. Pode ser estranho no início, mas você vai perceber que vai se cansar menos.

Manter o ritmo da respiração é fundamental também. Caso contrário, a tendência é que a dor de lado apareça mais vezes e mais aguda. Por isso, no início, diminua o ritmo da corrida e tente conciliar a respiração com as passadas. Você deve conseguir fazer o movimento completo (inspirar e expirar) pelo menos duas vezes a cada duas passadas.

Tente também manter uma respiração curta e superficial. Se você tentar manter o ritmo de respiração que tem ao estar em repouso, vai se cansar mais facilmente. Só inspire longamente em subidas, já que o esforço pedido pela inclinação do terreno é maior.

O importante é você começar devagar até realmente conseguir respirar corretamente de forma intuitiva, para conseguir um melhor desempenho.

Gostou das dicas? Se ainda tiver dúvidas, acesse nosso site e veja mais dicas de corrida.

About the author

Felipe Salgado